Implante de Marcapasso

Implante de Marcapasso

Nossas Especialidades

O que é o marcapasso?

É um pequeno dispositivo eletrônico que é geralmente implantado na região do tórax (logo abaixo da clavícula) e serve para controlar o ritmo cardíaco.

Quando é recomendado?

O marcapasso é recomendado para pacientes com bradicardia (frequência cardíaca lenta) causada pelo desgaste do sistema elétrico do coração. Esse desgaste pode acontecer pelo envelhecimento ou por alguma doença cardíaca.

Como funciona?

O marcapasso é composto por um gerador, uma bateria interna e eletrodos, que são fios metálicos revestidos por uma fina camada de silicone. Conectados ao gerador, eles conduzem a eletricidade para o coração. 

O aparelho é implantado através de um pequeno corte e é colocado em uma espécie de “bolsa” por baixo o por cima do músculo durante uma cirurgia considerada simples, que é feita com sedativo e anestesia local. O procedimento para implantação do marcapasso dura de uma a duas horas e, geralmente, o paciente pode ir para casa no dia seguinte. Na grande maioria dos casos, por volta de 30 dias, o paciente já pode retomar suas atividades habituais.

Como funciona?

O marcapasso é composto por um gerador, uma bateria interna e eletrodos, que são fios metálicos revestidos por uma fina camada de silicone. Conectados ao gerador, eles conduzem a eletricidade para o coração. 

O aparelho é implantado através de um pequeno corte e é colocado em uma espécie de “bolsa” por baixo o por cima do músculo durante uma cirurgia considerada simples, que é feita com sedativo e anestesia local. O procedimento para implantação do marcapasso dura de uma a duas horas e, geralmente, o paciente pode ir para casa no dia seguinte. Na grande maioria dos casos, por volta de 30 dias, o paciente já pode retomar suas atividades habituais.

Dia-a-dia do portador de marcapasso

O marcapasso é cercado por uma série de mitos e dúvidas que fazem com que alguns pacientes tenham receio quanto à sua utilização. Muitos se perguntam se poderão levar uma vida normal após a implantação do dispositivo.

Claro que poderão! Basta apenas o paciente seguir algumas recomendações:

  • Evitar molhar a ferida e o curativo cinco dias após o implante;
  • Após 5 dias, o curativo deve ser removido, deixando a ferida aberta;
  • Caso sinta dor nesse período de recuperação do implante do dispositivo, o paciente pode tomar analgésicos;
  • Evitar por 30 dias carregar peso do lado que foi implantado o marcapasso;
  • Evitar por 30 dias movimentos amplos com o braço do mesmo lado do marcapasso;
  • Não há restrições quanto ao uso de forno microondas e aparelhos eletrônicos, apenas manter uma distância de 15cm já é suficientemente seguro;
  • Procurar utilizar o celular do lado oposto onde foi implantado o marcapasso;
  • Em locais com detectores de metais, como aeroportos e bancos, mantenha uma distância de pelo menos 61 cm, pois estes dispositivos geram um grande campo magnético e podem interferir no funcionamento do marcapasso. Levar sempre uma carteirinha de identificação de portador de marcapasso ajudará a evitar problemas ou constrangimentos;
  • Comunicar ao médico cardiologista ou cirurgião cardíaco caso haja sinais de infecção no local de implantação;
  • Entrar em contato com o seu médico antes de agendar certos procedimentos, como ressonância magnética, radioterapia, litotripsia e procedimentos cirúrgicos que envolvam o uso de bisturi;
  • Em relação à atividade física, o marcapasso em si não impossibilita os exercícios, mas, muitas vezes, a doença cardíaca do portador é limitante. Por isso, deve haver uma avaliação do cardiologista. Ele poderá orientar o paciente sobre quais atividades físicas poderá praticar;
  • A troca da bateria interna do marcapasso é realizada quando a mesma está com carga elétrica diminuída. Isto é percebido durante o exame que deve ser feito periodicamente com o médico cardiologista ou cirurgião cardiovascular que implantou o dispositivo. Os marcapassos modernos duram, em média, 8 anos até que tenham que ser substituídos.

Dia do Portador de Marcapasso

No dia 23 de setembro é comemorado o Dia do Portador de Marcapasso no Brasil. Esse dia foi criado com o objetivo de chamar a atenção sobre o tema e desmistificar as dúvidas sobre seu uso.

PROCEDIMENTOS

Nos cuidamos do seu coração

3_icon

REVASCULARIZAÇÃO DO MIOCÁRDIO

A Revascularização do Miocárdio é um procedimento no qual é direcionado o fluxo sanguíneo para as artérias do coração (coronárias) fazendo uma ponte quando existe um estreitamento grave ou obstrução das artérias coronárias, que são responsáveis por nutrir o músculo do coração (miocárdio).

1_icon

PLASTIA OU TROCA DE VÁLVULAS CARDÍACAS

É o tratamento cirúrgico das complicações que algumas doenças podem produzir nas válvulas cardíacas. Nós possuímos quatro válvulas (ou valvas), que separam as cavidades dentro do coração. Essas válvulas são: aórtica, pulmonar, mitral e tricúspide.

7_icon

CORREÇÃO DE ANEURISMA DA AORTA

A aorta é a principal artéria do organismo, de onde nascem todos os outros vasos para nutrir os órgãos do corpo. A aorta pode sofrer uma doença aterosclerótica ou degenerativa que irá dilatar sua estrutura, podendo ocasionar ruptura e morte.

6_icon

CORREÇÃO DE DISSECÇÃO DE AORTA

A dissecção de aorta é um distúrbio em que a camada interna da parede aórtica se rompe e se separa das outras duas camadas da parede aórtica, de tal forma que o sangue penetra entre essas camadas, separando (dissecando) a camada intermediária da parede externa, ainda intacta.

× Como posso te ajudar?